Home Notícias 5 de junho – Dia Mundial do Meio Ambiente: 5 tópicos que...

5 de junho – Dia Mundial do Meio Ambiente: 5 tópicos que você PRECISA saber para se conscientizar

Temas refletem a realidade de Praia Grande e da Baixada Santista

Nesta sexta-feira (5) é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. A data, que foi instituída na Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) de 1972, marca a abertura da Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano. Esse evento ficou mais conhecido como Conferência de Estocolmo.

“Defender e melhorar o meio ambiente para as atuais e futuras gerações se tornou uma meta fundamental para a humanidade.” Esse trecho da Declaração final da Conferência resume bem a importância que o tema tem. E, quando o assunto é natureza, nós de Praia Grande e de toda Baixada Santista temos que nos considerar privilegiados. Moramos cercados pelo mar e pelo bioma da Mata Atlântica. Mas isso também significa que temos que ter um grau maior de conscientização, e só conseguimos isso por meio da informação, conhecendo melhor o que nos cerca.

Por isso, a Alma PG separou cinco tópicos que refletem a nossa realidade na Baixada Santista com informações que você precisa saber para poder se conscientizar melhor.

Mata Atlântica

Segundo a ONG SOS Mata Atlântica, restam apenas 12,4% da floresta que existia originalmente. Ela abrange 15% do território nacional e, nesse pedaço de Brasil, vivem 72% da população. A floresta é uma das mais ricas em diversidade de vida do planeta.

O Instituto Brasileiro de Florestas (IBF) também lembra que a mata regula o fluxo dos mananciais, assegura a fertilidade do solo da região, controla o equilíbrio climático, protege encostas das serras e gera renda por meio do lazer e ecoturismo.

No fim do mês de maio, a SOS Mata Atlântica divulgou um relatório em que informa que, apesar de no período 2018-2019 ter havido um aumento de 30% no desmatamento total, o Estado de São Paulo conseguiu zerar a prática.

Manguezais e estuário

Eles são presenças constantes na paisagem da Baixada Santista. Os manguezais são os responsáveis por nutrir a vida marinha. Segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), eles diminuem o impacto das tempestades, servem de zonas de reprodução para peixes e outros animais marinhos e agem como filtros que evitam que a água salgada torne o solo inadequado para a agricultura.  

Mas, um problema que vem afetando o estuário Santos-São Vicente é o microplástico. Um estudo conduzido pela ONG EcoFaxina encontrou em média 30 mil partículas de plástico por grama de sedimento do estuário. Em alguns pontos esse número subiu para 80 mil. A ONU estima em mais de 51 trilhões de partículas de microplástico nos oceanos. Esse tipo de resíduo se origina da decomposição de materiais plásticos descartados na natureza.

Urbanização desordenada

Tá aí um tema que atinge diretamente os dois que já mencionamos. Uma cena comum em nossa Região é a de habitações precárias invadindo áreas de Mata Atlântica e manguezais, muitas delas sem acesso a saneamento básico. A urbanização desordenada também gera uma maior poluição atmosférica e a impermeabilização do solo, o que provoca enchentes e tragédias como a acontecida em março deste ano. Só o planejamento sustentável poderá melhorar o cenário para o futuro.

Mudanças climáticas

Dentre os muitos efeitos que as mudanças climáticas causam no meio ambiente, o aumento do nível dos mares é o mais preocupante para a nossa Região. Uma pesquisa divulgada em 2019 pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) aponta que o nível do mar está aumentando 3,6 milímetros por ano, o dobro do que foi registrado no último século. Isto pode vir a afetar muito o litoral de São Paulo. A faixa de areia pode sofrer diminuição e eventos como as ressacas se tornarem mais frequentes.

Sustentabilidade

Para terminar com uma boa notícia: você sabia que Praia Grande recebeu este ano pela primeira vez o certificado do Programa Município VerdeAzul (PMVA), do Governo do Estado de São Paulo, pelas boas práticas ambientais, ações sustentáveis e campanhas de orientação e conscientização sobre o meio ambiente que adotou em 2019? Algumas das ações praticadas pelo Município: reuso da água, instalação de novos Ecopontos, aumento no serviço de coleta seletiva, balneabilidade das praias, entre outras.

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Como gostaria de ser chamado?

- PUBLICIDADE -

Mais Populares

O que é um mapa astral e por que você deve fazer um?

Ele pode ser uma ferramenta e tanto para o exercício do autoconhecimento Você é daquelas pessoas que, quando vê...

Secretário de Saúde de Praia Grande responde entrevista exclusiva sobre desafios do combate ao coronavírus (COVID-19)

O Secretário de Saúde Pública do Município, Cleber Suckow Nogueira respondeu os questionamentos da Alma PG. Tentamos disfarçar, distrair,...

2 novidades gastronômicas que você precisa conhecer em Praia Grande!

Conheça os novidades gourmet que chegaram em Praia Grande! Sempre tudo de melhor só aqui na ALMA PG.

Isso que é notícia boa! Praia Grande ganhará quadras de bocha e malha

A estrutura esportiva de Praia Grande, em breve, será reforçada. A Cidade ganhará quadras oficiais de bocha e malha. Os dois equipamentos estão localizados dentro do Parque da Cidade, no Bairro Sítio do Campo.

Artigos Comentados

Henrique Vieira Rodrigues da Silva on O futuro do transporte público de Praia Grande
Esther Zancan on Quanto vale seu tempo?
Rafa Purps on Quanto vale seu tempo?
Carlos Alberto Rios Fernandes on Com quantos seguidores se faz um influenciador?