Home Alma Arq & Decor De corretor a empreendedor: Alan Pontes conta como conseguiu liderar o mercado...

De corretor a empreendedor: Alan Pontes conta como conseguiu liderar o mercado imobiliário da região!

Lidar com o sonho de outras pessoas requer não só muita cautela, mas muita compreensão e empatia também. Alan Pontes, de 36 anos, empresário e especialista no mercado de Alto Padrão, é um exemplo de que um trabalho muito bem feito, com profissionalismo e humanidade, traz incríveis retornos. Hoje, Alan é tido como referência no que faz. Mas, afinal, qual foi a trajetória do profissional até alcançar o verdadeiro sucesso?

Confira a seguir a história de um ícone do setor imobiliário e faça com que ela sirva de inspiração para você também!

No ano de 2007, aos 19 anos de idade, o atual corretor e empreendedor vivia uma vida simples e sem muitos triunfos profissionais. Foi quando o seu pai, um ex-metalúrgico com seus 53 anos na época, resolveu abrir uma imobiliária na cidade de Praia Grande, sem recursos financeiros, baseado unicamente no que o atual empresário gosta de enfatizar que é a Fé. Após a compra da imobiliária, seu pai fez o convite para que Alan, que morava sozinho em São Paulo, se mudasse para Praia Grande e viesse trabalhar como secretário, iniciando, assim, a sua história.

Sempre muito observador, o profissional começou a perceber que o setor de corretagem era comtemplado com incríveis benefícios. Horário flexível, alta margem de lucro e qualidade de vida eram os principais pontos que fizeram os olhos de Alan brilharem pela profissão.

(Foto: Lucas Viveiros/Portal Alma PG)

Com um perfil atrativo para vendas, ele tomou a iniciativa de conquistar o seu certificado do CRECI (registro profissional para corretores imobiliários). Alan foi de secretário para estagiário, de estagiário à corretor, até chegar ao ponto de se tornar gerente. Aos 21 anos de idade, comprou sua primeira imobiliária e começou a sua jornada no mundo do empreendedorismo.

O sucesso foi certeiro. Alocando-se em um ponto onde empresas já haviam passado sem muita prosperidade, o empresário vingou com sua própria imobiliária e se manteve no local por longos sete anos, no bairro Tupi, quando recebeu uma proposta tentadora com um valor muito maior do que ela valia em seu início – o que fez ele certamente não resistir.

“Basicamente eu recebi o dinheiro e poderia ter vivido de investimento dali pra frente. Porém, eu adorava a vida que eu levava. Eu adorava o que eu fazia. Todo dia eu tinha um endereço pra visitar, e acabei percebendo que – por um momento – eu tinha dinheiro, mas não tinha mais o que fazer. Um mês depois, eu não me contive e resolvi abrir uma nova imobiliária: a Start Imóveis.”, assumiu Alan.

(Foto: Lucas Viveiros/Portal Alma PG)

O sucesso veio em mais um negócio do empresário, que em um curto tempo, criou mais quatro unidades da Start Imóveis. Entretanto, mesmo com a ascensão dos seus empreendimentos, Alan não estava satisfeito. Como tinha muitos colaboradores já em sua equipe, o profissional foi ficando cada vez mais distante do que realmente sabia e gostava de fazer: vender.

“Como tudo o que eu fazia já era delegado a outras pessoas, eu acabava nem sentindo vontade mais de entrar nas unidades. Foi uma época bem infeliz pra mim, no âmbito profissional.”, complementou.

Foi nesse ponto da vida que o empresário decidiu viver o que – segundo ele – seria o sonho de Hollywood de todo corretor de imóveis do Brasil: o mercado imobiliário da cidade de Balneário Camboriú. Ele conseguiu, no ano de 2018, vender todas as suas unidades da Start Imóveis e se mudar para o sul do país, a fim de trabalhar com os imóveis mais luxuosos que existem por aqui.

Apesar de parecer um sonho, o trabalho de Alan na cidade passou pelo seu maior momento de fragilidade, no que diz respeito ao campo profissional. Isso, porque de acordo com ele, o mercado de imóveis de alto luxo não enxerga o produto como o foco principal do negócio, e sim o consumidor interessado, buscando fidelizar ao máximo o cliente.

“Foi lá que eu percebi que os profissionais que fechavam negócios com imóveis de alto luxo trabalhavam muito mais a construção da sua imagem do que a imagem do produto (imóvel) em si. Os compradores, nesse mercado, primeiro compram a imagem do corretor, e depois focam a sua atenção nos imóveis. Não o inverso.”, explicou o empresário.

(Foto: Lucas Viveiros/Portal Alma PG)

De acordo com Alan, esses seis meses em que ficou em Balneário Camboriú foram os mais difíceis de sua vida. Entretanto, foram também fundamentais para que ele realmente compreendesse o processo certo para o sucesso em sua área.

O empreendedor retornou à Praia Grande com a expectativa alta de revolucionar o mercado na cidade. E assim o fez. Em 2019, abriu a marca “Alan Pontes Imóveis” e iniciou toda a construção e o marketing da sua própria imagem. De início, criou um canal no Youtube, onde publicava alguns vídeos apresentando imóveis de alto padrão.

Após quatro meses de trabalho, veio a pandemia da Covid-19. Apesar da preocupação óbvia com a saúde mundial, Alan não teve do que reclamar em relação aos ganhos da empresa, afinal, estava há quatro meses construindo e fortalecendo a sua presença online – o que contou muito para o seu crescimento nesse período.

“Posso dizer que a construção da minha imagem foi o ponto-chave para o sucesso no setor imobiliário. Esses três anos de Alan Pontes Imóveis foram totalmente positivos. Só nesse último ano, fechamos em R$55 milhões o Volume Geral de Vendas (VGV).”, complementou o corretor.

(Foto: Lucas Viveiros/Portal Alma PG)

Hoje, além de se envolver com o mercado de imóveis, Alan também está por trás de algumas franquias de sucesso em Praia Grande. Mas ao contrário do que muitos possam pensar, o empresário não deixou de lado a Alan Pontes Imóveis. Com o seu novo negócio, chamado IRX Investimentos, o empreendedor busca comprar imóveis, reformá-los e revendê-los, sem que esse processo cause “dores de cabeça” ao seu consumidor final.

A IRX Investimentosconta com dois planos de negócios para que investidores também possam participar desse crescimento, segundo o profissional. O primeiro foi citado no parágrafo acima. Já o segundo, consiste em oferecer para o investidor negócios que estejam no planejamento administrativo da empresa e que se enquadrem ao seu perfil.

“O investidor interessado pode ter vontade de abrir uma academia, por exemplo. Através do capital desse investidor e da estruturação de todo o projeto para o empreendimento, feita pela IRX Investimentos, haverá o fortalecimento da marca, criando valor à empresa, com o objetivo de revendê-la a um curto prazo. Mas é claro que o consumidor também pode querer ficar com o negócio, caso for interessante pra ele. Tudo será muito bem conversado.”, explica o empreendedor.

De acordo com o corretor e empreendedor de sucesso, Alan Pontes, empreender é quando você tem a certeza do que você quer fazer, independente da sua situação financeira, tomando a decisão rápida daquilo que você quer e lutando por isso até o fim, sem desistir.

Uma visão que vai à frente do tempo. O empresário desvendou alguns segredos não só do mundo imobiliário, mas do mundo do empreendedorismo também. Não à toa, seu sucesso leva todo o seu mérito. Um profissional persistente e focado em se atualizar sempre que necessário. Sim, esse é o Alan Pontes!

Texto por: Peter Nardotto

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Como gostaria de ser chamado?

Mais Populares

Artigos Comentados

Henrique Vieira Rodrigues da Silva on O futuro do transporte público de Praia Grande
Esther Zancan on Quanto vale seu tempo?
Rafa Purps on Quanto vale seu tempo?
Carlos Alberto Rios Fernandes on Com quantos seguidores se faz um influenciador?