Home Cultura Mãe de pet também é mãe?

Mãe de pet também é mãe?

Com o Dia das Mães se aproximando, uma velha polêmica volta às redes sociais. Entenda um pouco melhor o contexto e compartilhe a sua opinião conosco

O Dia das Mães, tradicionalmente, sempre foi uma data das mais comemoradas no Brasil. Não à toa, ela é considerada pelo comércio o “Natal do primeiro semestre”. Compreensível, pois, as pessoas veem na ocasião a oportunidade de homenagear não só as mães biológicas, mas também avós, tias, mães de criação e até mesmo pais que acabaram assumindo o papel de “pãe”. É como se a data fosse na verdade o “Dia de Quem Cuida”. Logo, seria natural que as tutoras de animaizinhos de estimação também aproveitassem o Dia das Mães para comemorar a condição de “mãe de pet”. Mas, será que todo mundo pensa assim?

A verdade é que o tema “mãe de pet” é cercado de polêmicas e o Dia das Mães acaba só por trazer essa discussão à tona.

Entendendo o contexto

O universo pet vive um verdadeiro boom nesse século XXI. Saímos de um passado nem tão distante, em que os bichinhos de estimação tinham um papel secundário na vida humana, vivendo nos quintais e se alimentando praticamente de restos, para uma realidade completamente diferente. Hoje em dia muitos são considerados membros da família, usam roupinhas e “consomem” uma infinidade de itens e serviços, como caminhas, rações com as mais diversas formulações e até práticas como acupuntura e hidroterapia.

Junte-se a isso uma tendência da sociedade em ter menos filhos ou até mesmo optar por não os ter. Os pets acabam por ser a alternativa para levar mais alegria para casas com poucas crianças e companhia para casais sem filhos, pessoas que vivem sozinhas e idosos. É nesse contexto em que os pets começam a ser considerados “filhos”.

Polêmica

Em tempos de redes sociais, meio que virou coisa corriqueira tudo acabar em polêmica. Com o surgimento do termo “mãe de pet”, não foi diferente. É comum encontrar na rede comentários e “textões” de mulheres que chegam a se sentir ofendidas com a comparação. A treta chegou a tal ponto que, no Dia das Mães de 2019, a marca de calçados femininos Anacapri teve que deletar uma campanha feita para a data em que homenageava até as “mães de plantas”, em alusão às mulheres que nutrem carinho por suas plantinhas. Foi uma enxurrada de críticas. Só que aí começamos a entrar numa questão mais profunda, que seria “O que é ser mãe afinal?”. Uma pergunta que, provavelmente, não tenha uma resposta única que sirva a todas as consciências e realidades.

A jornalista Carmen Doria, de São Vicente, contou um pouco para a Alma PG sobre o amor que nutre por seus pets: “Eu sou ‘mãe’ de dois cães, o Rex, de 15 anos, e o Marley, de 8 anos, e os amo como meus bebês! Faço festa de aniversário para eles sempre.” E, sobre a polêmica, Carmen complementa: “Só quem tem bichinhos sabe o quanto são especiais e nos amam incondicionalmente, sem interesse algum. Não vejo nenhuma loucura no termo ‘mãe de pet’, concordo cem porcento com ele. Vi em uma pesquisa que eles amam os donos como uma criança de dois anos ama os pais, então, por que não os considerar filhos?”.

 De fato, existem muitas pesquisas que explicam esse laço estreito que os humanos têm com seus pets. Uma delas, realizada por pesquisadores japoneses e publicada na conceituada revista Science, aponta um hormônio, a ocitocina, como “culpada”. A ocitocina é um hormônio ligado à empatia entre os seres, uma espécie de “hormônio do amor”. Ficou comprovado que, ao olharmos nos olhos de nosso bichinho, o nível dela aumenta em nosso organismo. Isso provoca reações semelhantes ao que uma mãe sente por um filho, por exemplo.  

E você, fã da Alma PG? Qual o seu posicionamento diante dessa questão? Divide com a gente a sua opinião. Ah, e se tiver um “catioro”, um “gatíneo” ou outro animalzinho, manda fotos nos comentários, ok? Vamos espalhar fofura por aí!

Esther Zancan

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Como gostaria de ser chamado?

- PUBLICIDADE -

Mais Populares

O que é um mapa astral e por que você deve fazer um?

Ele pode ser uma ferramenta e tanto para o exercício do autoconhecimento Você é daquelas pessoas que, quando vê...

Secretário de Saúde de Praia Grande responde entrevista exclusiva sobre desafios do combate ao coronavírus (COVID-19)

O Secretário de Saúde Pública do Município, Cleber Suckow Nogueira respondeu os questionamentos da Alma PG. Tentamos disfarçar, distrair,...

2 novidades gastronômicas que você precisa conhecer em Praia Grande!

Conheça os novidades gourmet que chegaram em Praia Grande! Sempre tudo de melhor só aqui na ALMA PG.

Isso que é notícia boa! Praia Grande ganhará quadras de bocha e malha

A estrutura esportiva de Praia Grande, em breve, será reforçada. A Cidade ganhará quadras oficiais de bocha e malha. Os dois equipamentos estão localizados dentro do Parque da Cidade, no Bairro Sítio do Campo.

Artigos Comentados

Henrique Vieira Rodrigues da Silva on O futuro do transporte público de Praia Grande
Esther Zancan on Quanto vale seu tempo?
Rafa Purps on Quanto vale seu tempo?
Carlos Alberto Rios Fernandes on Com quantos seguidores se faz um influenciador?