Home Notícias O tempo tá voando ou é só impressão nossa?

O tempo tá voando ou é só impressão nossa?

É assustador, mas meio ano já se foi, mesmo que os dias pareçam se arrastar.

Parece que foi ontem que estávamos assistindo a queima de fogos e comemorando a entrada de 2020. É, mas esse “ontem” completa seis meses esta semana. Sim! Meio ano foi embora e você nem reparou.

Ainda que janeiro tenha parecido demorar uma eternidade para passar, o que gerou até memes, os outros meses atropelaram a gente. Alguém anotou a placa? Foi um emaranhado de carnaval, chegada do novo coronavírus ao Brasil, temporal que assolou a Região no início de março, registro das primeiras mortes por Covid-19, decretação da quarentena…

Depois disso, foi aquele misto de medo pela pandemia e tédio pelo isolamento. Mais recentemente, o problema tem sido o estresse por mais de 100 dias de distanciamento social, medidas de higiene redobradas (fala sério, quando que na sua vida você se imaginou desinfetando até embalagem de álcool gel?) e o sentimento de dúvida do que fazer daqui em diante, já que a tão sonhada luz no fim do túnel nunca aparece.

Mas, por que será que essa sensação de tempo voando surge? Mesmo que 2020 esteja sendo atípico, a verdade é que a maioria de nós já sentiu isso antes. Talvez a resposta castigue um pouco o ego, mas a idade pode ser a causa dessa impressão.

Quanto mais velhos, mas depressa o tempo passa

Uma reportagem da revista Superinteressante, de junho de 2018, explica a teoria do filósofo francês Paul Janet, de 1897. Ela defende, a partir de uma explicação matemática, que à medida que envelhecemos, mais temos a sensação de tempo passando depressa. Um exemplo: se com 5 anos de idade, um ano equivale a 20% da nossa vida, com 50 anos, essa proporção cai para 2%. A redução acontece de forma exponencial.

Mas, nossa vida não é um amontoado de cálculos matemáticos. Pensando dessa forma, outros pesquisadores procuraram respostas melhores para essa questão. E, uma outra “culpada” surgiu: a rotina.

Quanto mais situações novas, mais devagar o tempo passa

Nessa mesma reportagem há a explicação de um estudo realizado pelo psiquiatra austríaco Victor Frankl com sobreviventes do Holocausto. Essas pessoas relatavam que os dias vividos naquele horror passavam de forma lenta. Já quando questionadas sobre o período como um todo, grande parte respondeu que tinha um sentimento de que aquele período tinha passado até que relativamente rápido. Por mais terrível que fosse a situação, o fato de os dias serem parecidos entre si fazia que a percepção do tempo fosse acelerada.

Isso explica muita coisa. Quando crianças e jovens, a descoberta do mundo e novas experiências quase que diariamente fazem com que essas memórias sejam bem mais nítidas. Já na vida adulta, a rotina característica dessa fase vai ser algo bem mais tênue na memória (o famoso “não lembro nem o que eu comi na janta de ontem”). Resumindo: dias iguais significam tempo passando rápido. Dias com experiências diferentes, é o seu cérebro achando que o tempo tá passando mais devagar.

E, a pesquisa com os sobreviventes do Holocausto, guardada as devidas proporções, reflete um pouco a situação que estamos vivendo agora, com a quarentena. Apesar de termos a impressão de que cada dia isoladamente passe devagar, olhando lá para trás, desde março, parece que voou. Afinal, a rotina desses dias foi muito semelhante.

Para quem quer se aprofundar mais no tema, segue o link da reportagem da Superinteressante: https://super.abril.com.br/comportamento/o-tempo-esta-passando-mais-rapido/ .

E para você? Como tem sido a rotina na quarentena? Os dias estão voando ou se arrastando? Compartilha com a gente sua experiência!

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Como gostaria de ser chamado?

- PUBLICIDADE -

Mais Populares

O que é um mapa astral e por que você deve fazer um?

Ele pode ser uma ferramenta e tanto para o exercício do autoconhecimento Você é daquelas pessoas que, quando vê...

Secretário de Saúde de Praia Grande responde entrevista exclusiva sobre desafios do combate ao coronavírus (COVID-19)

O Secretário de Saúde Pública do Município, Cleber Suckow Nogueira respondeu os questionamentos da Alma PG. Tentamos disfarçar, distrair,...

2 novidades gastronômicas que você precisa conhecer em Praia Grande!

Conheça os novidades gourmet que chegaram em Praia Grande! Sempre tudo de melhor só aqui na ALMA PG.

Isso que é notícia boa! Praia Grande ganhará quadras de bocha e malha

A estrutura esportiva de Praia Grande, em breve, será reforçada. A Cidade ganhará quadras oficiais de bocha e malha. Os dois equipamentos estão localizados dentro do Parque da Cidade, no Bairro Sítio do Campo.

Artigos Comentados

Henrique Vieira Rodrigues da Silva on O futuro do transporte público de Praia Grande
Esther Zancan on Quanto vale seu tempo?
Rafa Purps on Quanto vale seu tempo?
Carlos Alberto Rios Fernandes on Com quantos seguidores se faz um influenciador?