Home Alma Destaque Uma amizade que sustentou uma empresa na pandemia. Conheça a história do...

Uma amizade que sustentou uma empresa na pandemia. Conheça a história do É Empório UAI que completa 4 anos em Praia Grande

Completando quatro anos de história em Praia Grande, em sua nova sede, conversamos com as empreendedoras responsáveis pelo amado É Empório UAI. Nossa conversa foi regada a muito café, algumas fornadas de pães de queijo, lágrimas e muitas risadas. Conheça agora um pouco da história dessas amigas que juntas provam que amizade e carinho conseguem superar todos os desafios.

O É Empório UAI era um pequeno cantinho que abriu as portas em agosto de 2017, um lugar rústico, mas muito aconchegante. As duas lembram com carinho o início de tudo, quando largaram o emprego no mundo corporativo e arriscaram suas economias em nome da vontade de empreender com amor. “A sala de estar de mineiro é a cozinha”, conta Ana Cristina, nascida em Guaxupé, Sul de Minas. Já Letícia, moradora de Praia Grande logo que nasceu, filha de mineira lá de Boa Esperança, também Sul de Minas, lembra das dificuldades dos primeiros dias que não tinham movimento: “Eu ficava o dia inteiro na frente da loja, oferecendo degustação para as pessoas conhecerem nossos produtos.”

O nome não poderia ter sido outro, e tem a ver com o momento em que decidiram empreender. Ana Cristina, que toda vez que ia visitar a família em Minas voltava cheia de encomendas falou para Letícia sobre sua ideia de ter uma renda extra e vendo a oportunidade Letícia disse: “Vamos abrir um empório?”. A resposta você já sabe. Em três dias estavam com o contrato na mão, reciclando tudo o que encontraram no local que o proprietário tinha dito que deveria ser jogado fora. Elas fizeram as prateleiras, lixaram as paredes, sempre com a apoio da família.

Passadas as primeiras dificuldades, logo o espaço se tornou conhecido na cidade e os clientes começaram a pedir mais. Eles queriam um espaço maior, com mais diversidade de produtos. Não foram poucas as vezes em que elas ouviram dos clientes: “Vocês precisam de um lugar maior!” e como resposta elas diziam sempre um amém. Como a tradição mineira fala mais alto, as duas resolveram apostar neste sonho de expansão para atender bem aos frequentadores do empório. Tudo estava caminhando bem, e mais uma vez elas arriscaram decidindo arcar com o aluguel de dois espaços para que tudo acontecesse da melhor forma possível.

A inauguração do novo É EMPÓRIO UAI estava marcada para o dia 21 de março de 2020. Até os novos colaboradores já tinham sido chamados e quando chegou dia 17 de março houve a notícia de que todo comercio precisaria ser fechado devido a pandemia do novo Coronavírus. Assim como todo o mundo que não estava esperando tamanho caos elas sofreram, ainda mais diante de todo investimento que fizeram com a nova sede da empresa. “A Lê só chorava, e eu não sabia o que fazer. Na segunda semana eu parei de chorar, a Lê continuou chorando, mas eu sabia que com fé iriamos encontrar uma maneira de continuar.” desabafa Ana Cristina.

Decidiram se adaptar, alinharam com os colaboradores que depois do período conturbado iriam recontratá-los, conversaram com os fornecedores para flexibilizar o pagamento das mercadorias e passaram a apostar mais no delivery, que não tinha um peso muito grande no caixa da empresa e passou a representar a única fonte de renda delas.

E mais uma vez a fé e a ajuda dos maridos e da família se manteve presente, e na data do Dia das Mães elas se surpreenderam com procura por cestas. “Muita gente que mora fora ou que não poderia estar presente por conta da pandemia, nos procurou para que pudéssemos representar um abraço naquele dia das mães” afirma Letícia. Aqui o destino não poderia ter escolhido data mais especial, pois foram as mães das duas que sempre estiverem dando suporte nas maiores dificuldades, inclusive no delivery.

A pandemia não acabou, mas aos poucos elas foram se adaptando, novos fornecedores foram procurando o empório para conseguirem retomar as vendas de seus produtos artesanais e elas conseguiram recontratar aqueles colaboradores que não puderam ser contratados, mas que ainda estavam dispostos a conquistar essa retomada com as duas. Hoje, mais do que nunca, elas têm muitos motivos para comemorar; o medo e a dificuldade por conta do que todos nós vivemos ainda existe, mas existe um amor ainda mais forte de poder trazer um afago no coração dos clientes. “As pessoas estão menos pacientes, sinto isso nos clientes, as vezes eles não entendem que aqui é um lugar para se sentir em casa, para desconectar dos problemas do mundo e respirar. Isso me dá ainda mais motivos para querer continuar, trazer um pouco de amor em forma de café, queijo e todos os nossos outros produtos.” celebra Ana Cristina, com um sorriso entre as lágrimas de emoção.

O novo espaço é magnífico, e elas se orgulham de terem feito tudo sozinhas, apenas com a ajuda da família. “Cada coisa aqui tem uma história, desde a pintura do mapa de Minas na parede que idealizamos, até o lustre feito de madeira de uma goiabeira que fizemos o irmão da Ana mandar por uma transportadora de Minas” conta Letícia, cheia de orgulho. E realmente elas conseguiram manter o charme e o aconchego mineiro de antes, com a expansão e um toque de sofisticação. Inclusive, vale uma ida até o banheiro, onde elas imprimem bom-humor e personalidade.

Sobre o futuro elas dizem que ainda é cedo prever qualquer coisa por conta do cenário mundial, porém têm muita esperança que as coisas comecem a melhorar para todos. Uma linha de produtos próprios, unidades em outras cidades e até propostas de franquias já foram consideradas, porém tudo será muito bem pensado para que se mantenham na essência de cuidar da empresa como se estivessem cuidando de suas próprias casas.

A equipe da ALMA PG, que acompanhou desde o começo a história do É Empório UAI aqui em Praia Grande deseja muito sucesso e vida próspera, que venham muitos anos de amor e prosa e que essa força e alegria de Ana Cristina e Letícia contagiem cada vez mais os clientes.

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Como gostaria de ser chamado?

Mais Populares

Artigos Comentados

Henrique Vieira Rodrigues da Silva on O futuro do transporte público de Praia Grande
Esther Zancan on Quanto vale seu tempo?
Rafa Purps on Quanto vale seu tempo?
Carlos Alberto Rios Fernandes on Com quantos seguidores se faz um influenciador?