Home Notícias Você conhece o Sleeping Giants Brasil, o perfil que denuncia sites com...

Você conhece o Sleeping Giants Brasil, o perfil que denuncia sites com fake news?

Perfil surgiu em maio no Brasil e já vem “causando” nas redes sociais com suas ações

Um perfil vem chamando a atenção no Twitter e também no Instagram desde meados de maio deste ano. O Sleeping Giants Brasil (@slpng_giants_pt) se apresenta como “Uma luta coletiva de cidadãos contra o financiamento do discurso de ódio e das fake news”. Com menos de um mês no ar, eles já contam com mais de 360 mil seguidores no Twitter e 120 mil no Instagram.

O Sleeping Giants Brasil é inspirado na iniciativa Sleeping Giants, que surgiu em 2016 nos EUA, com o objetivo de alertar empresas para o fato de que suas marcas estavam sendo divulgadas em sites conhecidos por veicular discursos de ódio. No Brasil, os responsáveis pelas contas e postagens se mantêm no anonimato.

Google AdSense

Mas, daí surge uma dúvida: como uma empresa não sabe que sua marca está sendo divulgada em determinado site? Bem, digamos que a “culpa” é do Google AdSense. Ele é um serviço de publicidade oferecido pelo Google em que os sites se inscrevem no programa para exibir anúncios. Essa exibição é administrada pelo Google e o lucro vem baseado na quantidade de cliques e visualizações que o anúncio recebe.

Mesmo sendo algo que funciona de maneira automática, é possível, por parte das empresas anunciantes, pausar os anúncios em certos sites. É aí que o Sleeping Giants entra.

O alvo são as fake news

A luta no caso brasileiro parece ser mais contra a disseminação das fake news e a arma principal utilizada pelo Sleeping Giants é a desmonetização.

O perfil, desde que está no ar, já escolheu três “alvos”: os sites Jornal da Cidade Online, Conexão Política e Brasil sem Medo, conhecidos por seu perfil ultraconservador. Por meio de postagens com linguagem coloquial e com abordagem pra lá de amistosa, o Sleeping Giants chama as empresas que tiveram anúncios flagrados sendo exibidos nesses sites para que revejam suas práticas publicitárias. A intenção aqui é atingir o “inimigo” em sua parte mais sensível: o bolso.

Eles já obtiveram respostas positivas de diversas empresas, que se comprometeram a retirar suas propagandas desses sites. Alguns exemplos são: Dell, Pic Pay, Philips, Mc Donald’s, Decathlon, entre outras.

Como toda ação leva a uma reação, aqui nessa história não foi diferente. Uma das vítimas foi justamente a Dell. Como foi uma das primeiras empresas a responder positivamente à solicitação do Sleeping Giants, ela viu a hashtag #NaoCompremDell alcançar o topo dos trending topics brasileiro do Twitter, impulsionada por perfis com viés conservador e alinhados ideologicamente com o Governo Federal.

Houve críticas também sobre o fato de só sites de direita terem sido alvos até então. Mas em entrevista à revista Época, um dos responsáveis pelo perfil não descartou a hipótese de que sites de esquerda que divulgam fake news também sejam denunciados.

Mas, o Sleeping Giants também já soma vitórias. Segundo o próprio perfil, o Jornal da Cidade Online já retirou todos os campos para anúncios de seu site e o Conexão Política também retirou o Google AdSense do portal.

Discernimento

Batalhas virtuais a parte, é fato que nós, no papel de leitores, telespectadores e consumidores de informação, devemos cada vez tomar mais cuidado com a disseminação das fake news. Fake news NÃO é aquela notícia que te desagradou, aquele artigo de opinião, o editorial do jornal. Fake news nem sempre são de fácil percepção. Fake news podem se esconder por traz de informações até com um fundo de verdade, mas deturpadas ou tratadas com sensacionalismo, ou servindo a interesses escusos. É notícia verdadeira, mas antiga, que já não faz mais sentido nos dias atuais.

Para percebê-las é preciso força de vontade. Ler não somente as manchetes, conferir a data em que o conteúdo foi criado, reparar em erros ortográficos gritantes, prestar atenção na fonte e buscar uma pluralidade de pensamentos são algumas dicas. Nossa maior arma contra as fake news é o velho e bom discernimento.

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Como gostaria de ser chamado?

- PUBLICIDADE -

Mais Populares

O que é um mapa astral e por que você deve fazer um?

Ele pode ser uma ferramenta e tanto para o exercício do autoconhecimento Você é daquelas pessoas que, quando vê...

Secretário de Saúde de Praia Grande responde entrevista exclusiva sobre desafios do combate ao coronavírus (COVID-19)

O Secretário de Saúde Pública do Município, Cleber Suckow Nogueira respondeu os questionamentos da Alma PG. Tentamos disfarçar, distrair,...

2 novidades gastronômicas que você precisa conhecer em Praia Grande!

Conheça os novidades gourmet que chegaram em Praia Grande! Sempre tudo de melhor só aqui na ALMA PG.

Isso que é notícia boa! Praia Grande ganhará quadras de bocha e malha

A estrutura esportiva de Praia Grande, em breve, será reforçada. A Cidade ganhará quadras oficiais de bocha e malha. Os dois equipamentos estão localizados dentro do Parque da Cidade, no Bairro Sítio do Campo.

Artigos Comentados

Henrique Vieira Rodrigues da Silva on O futuro do transporte público de Praia Grande
Esther Zancan on Quanto vale seu tempo?
Rafa Purps on Quanto vale seu tempo?
Carlos Alberto Rios Fernandes on Com quantos seguidores se faz um influenciador?